quinta-feira, 8 de junho de 2006

Aula de Vida

Aula de vida

A música estava bem alta e ela, olhava para o céu com um sorriso angelical iluminando o rosto. Deitada sobre um lençol florido, sentia-se leve, com as forças renovadas para o que estava por vir.
A alma era branca.
Na Segunda feira, pela manhã, quando entrou na sala de aula, notou que aquelas crianças a observavam com sede de conhecimento. Estavam enfeitiçadas pela vida que dela, saía pelos poros.
Vida completa. Vida madura.
Iria começar ali.
A vida não lhe cabia de tão grande.
Era ali que a faria dividida.

Samantha Abreu

Um comentário:

Anderson Almeida disse...

Esse texto é muito bom! Turando aquele sorriso angelical que eu odiei, o texto por inteiro é muito bom... parabéns...