domingo, 11 de junho de 2006

Fogo



"O amor é uma fumaça, gerada por um sopro de suspiro, atiçado ele é um fogo fascinante no olhar tormentado, um mar, enchente de lágrimas.
E o que representa ainda?
Sensato delírio, doce amargura e repugnante especiaria..."


William Shakespeare

Um comentário:

Anderson Almeida disse...

Duas grandes obras só podem contribuir para a realidade. O texto e a foto nos cria uma disposição de velos tal como é, sem deformá-los interpretativamente.
Lindos...