sábado, 3 de junho de 2006

Segredos

SEGREDOS

O garoto escondia as revistas debaixo do colchão e as valorizava feito economias de anos de trabalho. Aprendera isso com o pai, que havia feito do colchão seu cofre particular para bens valiosos. Sem saber ao certo o que o pai tanto escondia, ele achava que compartilhavam o mesmo segredo, fazendo-se cúmplices. Desde cedo, trancava-se quarto e passava horas divertindo-se com aquelas garotas de papel. Algumas vezes, imaginava se o pai fazia o mesmo, tinha os mesmos momentos de prazer em seu quarto. Prazer com gosto de coisa proibida.
Um dia, ouvira um estrondo vindo do quarto ao lado e saiu apressado. Algum sentimento gritava socorro dentro do peito. Viu o pai caído ao lado da cama, sangue escorrendo ao chão, e na mão um curto bilhete: “Fui embora com o Antonio, seu amigo. Peguei o dinheiro em troca dos vinte anos dedicados às suas neuroses. Peço apenas que cuide do nosso filho, Amélia".
Samantha Abreu

3 comentários:

Anônimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

Really amazing! Useful information. All the best.
»

Anônimo disse...

Especially I like the first site. But other links are informative too, if you are interested check all those links.http://indexmachine.info/1085.html and http://indexmachine.info/3372.html