segunda-feira, 24 de julho de 2006

GOTA D'ÁGUA

Fui até o espetáculo achando que veria um “show” musical na sua forma normal, com cantores e Letras de Chico Buarque. Quando cheguei até lá, vi que não era nada disso.
Eu já tinha lido o livro Gota d’água no 1º ano de faculdade para estudo da ‘Intertextualidade’ com Medeia, de Eurípides, escrito quase meio milênio antes de Cristo. A grande tragédia foi adaptada por Chico para o nosso abrasileirado jeito de malandro agulha. Para revitalizar esse clássico, Chico Buarque e Paulo Pontes o submeteram a uma injeção de nossa realidade urbana, e disso ainda saiu o musical o qual assisti ontem, com apoio do SESI Cultural, no Festival de Música de Londrina e direção e criação de Antonio De Bonis.
O espetáculo foi encantador, fascinante, e mais um monte de adjetivos que eu poderia colocar aqui. Só não foi perfeito porque os atores-cantores não eram lá muito afinados, mas isso se tornou apenas um mínimo detalhe, já que as falas do livro foram maravilhosamente interpretadas e assombrosamente decoradas
– eu achava que era quase impossível um ser humano decorar tudo aquilo. Achei até que o espetáculo cairia melhor na Programação do FILO do que no Festival de Música, já que foram apresentadas três ou quatro canções em todas as 2 horas de apresentação. O texto foi bem falado, os papéis otimamente interpretados e no geral, foi de claro entendimento até para os mais leigos, que talvez nem conhecessem o livro e a narrativa deste.
Vou deixar aqui a letra da música que foi cantada por Maria Bethânia, e que me deixou muito mais tocada depois do que vi ontem nos palcos do Teatro Marista.


Gota D’água
(Chico Buarque -1975)


Já lhe dei meu corpo, minha alegria
Já estanquei meu sangue quando fervia
Olha a voz que me resta
Olha a veia que salta
Olha a gota que falta pro desfecho da festa
Por favor
Deixe em paz meu coração
Que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota d'água
Deixe em paz meu coração
Que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota d'água
Pode ser a gota d'água.



Samantha Abreu

6 comentários:

Cadu disse...

isso ficou maravilhoso!
vc é show de bola!

Parabéns!

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anderson Almeida disse...

E eu perdi isso? Nossa! Culpo-te por não ter me chamado... egoísta!!!!

Anônimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anônimo disse...

Your are Excellent. And so is your site! Keep up the good work. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

Hi! Just want to say what a nice site. Bye, see you soon.
»