quarta-feira, 12 de julho de 2006

Impensável

Pensamento
Que me faz parar os olhos
no nada.
Imagens
na cabeça passando
aceleradas.
Vontades,
Desejos,
Impulsos
Recolho tudo e fecho,
os olhos, a boca,
a mente.
Tento parar, dou um grito
A alma consente.
Samantha Abreu

Um comentário:

Marcelo disse...

esse poema ficou muito bom... parece até que te vejo, parada.. olhando para o nada e tudo isso aí, passando na sua cabeça louca!
rsrsrsrs

Um beijo!