sábado, 8 de julho de 2006

Quando chega ligada

Hoje ela veio mais cedo.
Mãos tremendo de medo,
A alma pedindo sossego,
Os olhos guardando segredos.


Como nunca, hoje chegou antes.
Fazendo com que ele se espante,
Angústia em passos dançantes,
Lançando à boca calmante


Só parou quando dormiu.




Samantha Abreu

3 comentários:

Anônimo disse...

essa foto é linda... como você.
Forte... como você.

Te amo e tô louco de saudade

Edu disse...

Adoro o que vc escreve.. é tão tocante!
perturbador...

Estou tentando falar com vc há alguns dias... mas que garota dificil! rsrsrss
Saudade de vc menina...
a gente tinha um trato, tá lembrada? Tô te esperando....

Um beijo

Edu

Adriano disse...

nossa Sá.... que lindo isso...
parece até uma "auto-biografia" .. rsrsrsrs
afinal, a gente sabe... garota hiperativa....

sei bem quem sempre está ligada, mas vc, não pára nem quando dorme! hahahahaa

E é maravilhosa assim... no 220 voltz o dia todo!

Adriano