terça-feira, 14 de novembro de 2006

Cara sorridente

“ Todas as janelas estão abertas, mas continua bem quente. O are quente misturado à maresia e aos odores marítimos vem em ondas que penetram no ônibus e desarrumam o meu penteado mais lindo, mas que mulher pode ter tudo?
(...) Aliás, quase não consigo parar de sorrir. Já me deram uma ou duas olhadas enviesadas, esses carrancudos bestas que estão fazendo com que eu me sinta uma extraterrestre clandestina. A gente se sente um tanto fora de órbita quando fica sorrindo dentro de um ônibus, enquanto todo mundo está com cara de hemorróidas.”


Trecho de “Viciada em Feng Shui”, de Brian Gallagher

Nenhum comentário: