quinta-feira, 4 de janeiro de 2007

Novidade

" um sentimento, para o qual não tenho palavras, tomou conta de minha alma, uma sensação que foge a qualquer análise, que as explicações do passado não servem para explicar e para a qual temo que o futuro não tenha nenhuma chave. Para um espírito como o meu, este último pensamento é um suplício. Não devo nunca - sei que nunca deverei - contentar-me quanto à natureza de minhas idéias. No entanto, não é de estranhar que essas idéias sejam indefinidas, visto que brotam de fontes inteiramente novas. Um novo sentimento, uma nova entidade incorporou-se à minha alma."

Edgar Allan Poe

Nenhum comentário: