sexta-feira, 26 de janeiro de 2007

Psicodrama (da série "Mulheres sob Descontrole")


Psicodrama

Era notório.
Chegava pondo furos no chão.
Scarpins elegantes lhe davam pose de mulher moderna.
Vestido preto sem mangas, deixando lhe escapar a tatuagem no ombro. A franja caindo aos olhos, o decote mal alinhado.
Segredos.
Corredor sem fim, silencioso. Aquele vazio de dar calafrios.
Ela entrou na sala, e o viu deitado. Estava vestido de madeira, o rosto pálido, ar sombrio.
Fechou os olhos e lembrou de quando o encontrou sob o corpo de outra mulher. A cama era deles.
Sentiu-se intrusa. O sapato apertando.
As pessoas a encaravam pasmadas. Ela se aproximou do corpo, tocou-lhe a mão tão fria.
Where is our love, my babe?

Teve que sair apressada, arrancando os sapatos e pisando o chão gelado.
As sirenes estavam cada vez mais perto.
A policia sempre atrapalhava seus planos passionais.


Samantha Abreu

2 comentários:

Anônimo disse...

crime passional é inafiançável?!

rsrsss

Anderson Almeida disse...

Só não gostei, de frases em inglês, em textos tão brasileiros!!!! Acho melhor sem...