segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

Ciumentos Paranóicos Anônimos (da série "Mulheres sob descontrole")


Meu nome é Berenice. Estou há 2 dias sem seguí-lo.
Terça feira, depois que saí daqui, não resisti e fui direto ao trabalho dele. Não entrei. De jeito nenhum eu faria isso! Fiquei olhando meio de longe, lá de fora. Ele saiu depois de uns 20 minutos e entrou no carro. Preparei-me. Óculos escuros e a peruca nova, loira, porque a ruiva ele já conhecia e estava muito manjada.
Fui atrás, queria ver.

Ele passou no supermercado e comprou algumas coisas que não consegui identificar. Tenho tanta raiva de mercados com sacolas coloridas! Passou na vídeo locadora e ficou quase uma hora lá dentro.
De repente apareceu na janela do meu carro:
- De novo, Berê?
Tentei explicar que era uma surpresa, mas foi em vão. Ele me jogou na cara todo o meu passado comprometedor, as arruaças que já fiz e as confusões que já criei.
Pediu-me para procurar um especialista, e disse até que sou psicótica. Se fosse mesmo matava aquele desgraçado.
Ele pensa que eu não sei que mantém a amante em algum desses flats universitários no centro da cidade. Um dia vou descobrir.
Dessa vez, ele até riu da minha cara. Comecei a achar isso estranho porque antes ele brigava, tentava me convencer, ainda que eu não caísse nas histórias que ele inventasse. Mas agora... nem tentar mentir? Aí tem! Agora tenho certeza... e pensando bem, analisando friamente, vejo que ele pode estar usando uma estratégia maligna para me enlouquecer. Pode estar se fazendo de desentendido para que eu, ingenuamente, pense que a louca, paranóica e ciumenta sou eu. É isso mesmo. Ninguém muda de comportamento assim, do nada.
É mais uma armadilha dessa farsa chamada casamento. Meu Deus! Como não percebi isso antes?!
Mas hoje eu pego! Hoje dou o flagra. Ele que me aguarde!

Samantha Abreu

8 comentários:

Leo Bueno disse...

Me veio na cabeça aquela personagem que a Giulia Gam interpretou numa novela do Manoel Carlos. Caricata, sofrível, e humana.

Olha o MADA aí gente!
Beijo.

Juliana disse...

interessante seu estilo de escrever... gostei!

Diogo Lyra disse...

Hahaha!!! Muito bom!!!

Rê Ruffato disse...

As pessoas linkam a vida delas a outra de uma forma tão intensa e doente... deve ser horrível perder totalmente a individualidade.
Beijo, Sá.

Anderson Almeida disse...

"É mais uma armadilha dessa farsa chamada casamento." Essa Berenice é muito boa... paranóica mesmo!

Talita disse...

O pior, é que enquanto leio, consigo imaginar a cena!!! e adivinhas quem são os personagens??? hahaha

ja faz mais de uma semana que não escreve mais nada da série...

beijos

Anônimo disse...

meoo to namorando vai fazer 1 ano.. mais naum me controolo, tenho ciumes de todos.. meo atee da minha melhor amiga proibi ele de falar,, tenho odio de menina q se aproxima dele tenho medo de ele me trair.. imagino ele sem mim.. ele diiz q passei do limitee mais naum é assim... se ele naum ta comiigo ja pensoo coiisas horriveiis. naum aguentoo mais.. aii desabafei com amiga e me senti um poko melhor.. =D iisso naum é frescuura e sim doençaa;; percebo por miim.. isso vem de la de dentro.. beeijo!

Clara disse...

Ola, gostaria de avisar que ja ha solucao, cura, sem remedios e gratuita. Temos uma reuniao de Ciumentos Anonimos, baseada nos 12 passos do Alcoolicos Anônimos. Nossas reunioes sao on line, no paltalk( aplicativo) , aos domingos, as 10, segundas as 21hs e presenciais todos os sabados em Sao Paulo, na rua sampaio vidal, 1055, 1 andar. Agradeço se puder ajudar as pessoas divulgando nossa irmandade que tem por proposito primordial, levar a mensagem a quem sofre de ciumes. Temos pagina no face. Entrem em contato c Ciumentos Anonimos la que responderemos suas duvidas.