quarta-feira, 21 de fevereiro de 2007

Saudade do Samba

A Ordem é Samba
(Jackson do Pandeiro)


É samba que eles querem, eu tenho
É samba que eles querem, lá vai
É samba que eles querem, eu canto
É samba que eles querem,
Nada mais.

No Rio de Janeiro
Todo mundo vai de samba
A pedida é sempre samba
E eu também
Vou castigar

Lá vai, lá vou eu de samba
Somente samba
A ordem é samba
E nada mais.



Minha reclamação: Coloquei essa música aqui por saudade do samba de verdade nos Carnavais. Minha infância era permeada por uma fantasia carnavalesca familiar. Era uma diversão tão pura quanto as letras e o 'clima' do samba.
A Quarta-Feira de cinzas era cheia de histórias, enquanto hoje é cheia de frustrações.
Ninguém sabe mais para onde foi o samba, perdido entre tantas bundas e peitos pelados.

2 comentários:

4rthur disse...

E eu garanto que muita gente pensou na regravação do Pedro Luís e do Ney ao invés de ir no Jackson direto!

Mas o samba ainda existe, sim, em algun lugares específicos, é verdade...

Diogo Lyra disse...

GRANDE Samantha, tenho por mim que teu lugar é no Rio menina! Claro, um carnaval sem bundas não é um carnaval, mas uma bunda sem carnaval é só uma bunda. Te juro que~estou longe de ser um dos mais saidinhos daqui, mas ainda assim o carnaval foi intenso por estas bandas. Na quinta sai o grande relato: AS CRÔNICAS SECRETAS DO CARNAVAL...