domingo, 29 de abril de 2007

Mi Casa, su Casa

Não sou a maior fã da noite e vida cultural em Londrina, e muito menos uma das que sabe da história dessa cidade, mas adoro viver aqui, ainda mais quando o frio começa a chegar e fica gostoso sair de casa cheia de blusas e encontrar amigos em um bar qualquer. Como está acontecendo agora.
Tenho muitas coisas do que reclamar, principalmente quanto das nossas opções culturais, e por isso, tantas vezes penso em São Paulo, no Rio, etc. Mas, Londrina ainda mantém o clima da vida de uma cidade pequena que cresceu demais. Isso eu adoro.

Por isso, a exemplo de alguns Blogs que vi nos últimos dias, vou deixar aqui meus lugares prediletos em Londrina, e porque gosto tanto deles. Espero que, quem ainda não conheça, venha logo.

1 – UEL: O Campus Universitário é encantador. Não só para quem estuda lá, mas para quem quer passar horas meio à natureza, pensar, ficar sozinho, ler e qualquer outra coisa que deixe a paz em paz. Além disso, você encontra pessoas cheias de informações e sem qualquer interesse que não seja na vida. Isso é muito bom. Recomendo ainda mais o CCH, cheio de idéias e de um clima que nos deixa à vontade com qualquer sentimento, qualquer cara ou qualquer roupa.

2 – QUIZOMBA: é a roda de samba que acontece na Usina Cultural, eventualmente em alguns domingos, e que nos deixa revigorados para o resto da semana.
O clima de ‘fundo de quintal’, cheio de gente alegre, festiva e descontraída... é bom demais. Toda vez eu danço até não agüentar mais, reencontro pessoas maravilhosas, dou risada e esqueço de qualquer problema que eu tenha na vida ‘real’. É praticamente uma terapia. Uau!

3 – VALENTINO: um bar que me coloca em muitos momentos, ambientes e me despertam coisas muito... sensitivas. Já conheci muita gente interessante lá, já falei sobre coisas muito legais que nunca mais falei em lugar nenhum. Valentino tem uma coisa que satisfaz qualquer expectativa: se você está a fim apenas de uma cerveja e um bate papo desencanado, Valentino. Se estiver a fim de balada nervosa, curtição e azaração, Valentino. Lá dá pra ver arte, música, cinema e pessoas descoladas. Ninguém liga pra que roupa você está vestido, nem no corte de cabelo. Tudo bem que eu ainda preferia o ‘antigo’ valeco, quando tinha apenas a casinha de madeira, mas ainda assim, ele me fascina profundamente.

4 – Cine ConTour/UEL: parece mágico, de verdade. Aquela história de cinema como ‘arte’, sabe? É isso que eu sinto lá. São filmes nada comerciais, filmes europeus e com preços acessíveis. Um lugar aconchegante, espaçoso e bonito. Dá vontade de passar horas e horas por lá, não só vendo o filme, mas batendo papo, falando de coisas legais e trocando idéias. Coloca a gente em outra dimensão. Certeza.
Pra ter uma idéia, o mês de Abril tem o ciclo "Abril do Cinema Francês".


5 – Bar Brasil/Chá das Cinco – coloquei esses dois aqui juntos porque, pra mim, são bem parecidos. Quando penso “Hum, que vontade tomar uma...”, um dos dois vêm imediatamente à minha cabeça. Posso ir sem intenções apenas para, de fato, tomar uma geladíssima ou, às vezes, antes de uma baladinha mais animada, pra um ‘aquece’. Sempre tem gente diferente, interessante e engraçada, e mesmo que vá sozinha, nunca permaneço.


É claro que existe mais do que isso. Temos a Casa de Cultura, sempre cheia de opções em exposições, peças, etc. O Festival de Jazz, que é fantástico. O Festival de Música, imperdível. O FILO, o Ballet, o Funcart, e mais uma pancada de coisa que me deixa orgulhosa.

Mas eu queria mais. Sempre mais.
Mi Casa, su Casa.

7 comentários:

Diogo Lyra disse...

Fundamental mesmo é cerveja gelada e amigos fodas...
... mas com um point bacana fica tudo ainda melhor!
Agora, no outono, começa a fazer um tempinho gostoso que, por aí, deve ser ainda melhor!!!

Rafa Avansini disse...

Gosta do frio? E se tiver que entrar na vivo às 7 da matina e tiver que chegar lá de jog??? hauhauhauhau
Saudades Sáaaa. Vc só me promete uma balada, seja no frio ou no calor, mas some né? Sua chata.
Bjo

ju disse...

que delícia.
eu tenho um amigo designer que mora em lodrina. sou doida pra conhecer.

Linda Graal disse...

...agora cheguei e é só marcar!! rsrs! beijo

Vozes na mente o Társis insiste e ele diz disse...

Londrina. Um lugar que eu realmente gostaria de conhecer.

Tem cara e nome de lugar lindo.

Sei que é ruim ter poucas opções de lazer, mas acredite, não vale a pena a vida que se leva em SP para ter acesso a essas coisas.

Qualidade de vida em primeiro lugar.

bj

Anderson Almeida disse...

Voto em vc, para secretaria do turismo, hahaha...
Bjus...

Paulo Galvez disse...

Hummmm, sobre a UEL, recomendo o CECA, rs. Mas também frequentei o CCH. Sobre o Valentino, em dez anos longe daí, ainda não achei um melhor - claro, não encontraria em Goiânia. Não conheço ainda o novo bar, mas, evidentemente, prefiro o antigo. E é exatamente isso que você falou. Mesmo hoje, quando apareço por lá (tá certo, a última vez foi em 2004) sozinho ainda encontro caras conhecidas.