terça-feira, 15 de maio de 2007

Por que a gente é assim?

O que me mantém distante da possibilidade de casamento é a idéia de convivência.
Aliás, ela me assusta em qualquer circunstância.
assim como :

tolerância emocional
abdicação
rotina (leia-se tédio)


Ai! Quem foi o inconseqüente que permitiu que as mulheres mudassem tanto?

3 comentários:

Diogo Lyra disse...

Acho que foram séculos e séculos de homens burros...

Társis, ele mesmo, disse...

Certo. Dá medo sim.

Mas tem todo um outro lado que é bom. A convivência, as brincadeiras, o calor na cama (cobertor de orelha), o prazer de ter alguém para conversar, tem um MONTE de coisas boas.

Rotina é como cancer maligno. Não tem como cortar, vc apenas administra com quimioteraria..

o_0

Rê Ruffato disse...

Mas tem tanta coisa que assusta também, tipo a solidão...

quer saber: viver assusta.
O lance é não pensar muito, racionalizar, pq daí f... de vez. Ficaremos enclausurados, nos protegendo de tudo e todos.

E viva o casamento! ;-)