quarta-feira, 11 de julho de 2007

De Cabeça

Quando dei por mim
Já estava
CA
i
i
i
i
NDO
De mala e cuia
com você
Nesse ralo
Buraco

Fossa
Fenda
Cova
Vala

Pia
ai
.


Samantha Abreu

17 comentários:

Jana disse...

Chegar bem ao final da queda, isso que importa.

Beijo

Diogo Lyra disse...

Uau!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Tyler Bazz disse...

CA iiiiiiii NDO me parece quando eu sonho que tou caindo... Loucura!

lizandra disse...

Uiiii...que tombo bãoooo...rs
Adorei!!!
bjão sasa

Mila disse...

Vai cair sem para-quedas mesmo? Uiiii! Hahahhaha!

Nao tem Sentido disse...

bem bom!

André Luis Sant'Ana disse...

ola moça, tudo bem?
obrigado pelo comentario ^^
disse que á havia lido meus textos? onde?
fico muito feliz em saber que alguem os lia ^^
obrigado, viu?
adorei teu blog, e adorei a ideia de montar um "cenario" com as palavras, muito bom!!

voltarei sempre aqui :)
bom fim de semana pra ti
beijos :*

*¢£@üD!NhA''' disse...

Ai essa estética literária me dá um mergulho na tua capacidade mais intensa...

Belo demais.

;***********

Érica disse...

Cair de cabeça é estar com a vida por um fio. Mas tem sensação mais maravilhosa do que se jogar e sentir a água tocar o rosto, e despertar, e envolver, e desnortear?

www.toooctoooc.weblogger.com.br

exilio disse...

Quedas são inevitáveis... Bonito poema!

Ludmila Barbosa disse...

Se cair fosse bonito assim, eu já teria tropeçado mais vezes.

Mila disse...

Tá com preguiça né?
Hahhahahahaha!

Helder Hortta disse...

venho aqui pela primeira vez e confesso que ja vou gostando.

um abraço

André Luis Sant'Ana disse...

rs, mesmo assim fico feliz de saber que gosta ^^

obrigado por comentar la no meu :)

Társis disse...

Ficou bonito. O poema. Cair nunca é bonito, embora algumas vezes seja necessário. O problema é quando vira uma constante, né?

E... (olha para os lados e sussurra..) no ralo mesmo??

Linda Graal disse...

muito legal tua nova busca...tentativa outra!!
bom...é...cair de mala e cuia acompanhada...até eu to querendo!!
kkkkkkkkkk!!!
adorei querida!

disse...

A poesia concreta é fascinante e mto difícil de fazer, mto mesmo. É bom saber que entre os escritores novos essa arte ainda é feita e com tamanha maestria. Perfeito.