quarta-feira, 18 de julho de 2007

Insaciável

Qual o limite
dessa tênue linha
que separa
A sorte
A morte.

A quantos passos
posso garantir
livre arbítrio
sobre essa dúvida
do....... do

.... eee
ndo.....ndo

Ir.
Ficar.
A escolha arde,
quando o que quero
é o mundo.


Samantha Abreu



11 comentários:

André Luis Sant'Ana disse...

eu criei um mundo só meu,
que é p'ra parar de sofrer
e guardei toda dor numa caixa
mas é tanta dor, mas tanta
que dói só de lembrar

~;

*¢£@üD!NhA''' disse...

E como você pega minhas víceras e transforma numa alma literária tão linda?

;***

Mila disse...

É assim que é...
Fazer o que né?
Muitos beijos.

Armando disse...

Ainda existem pessoas lindas no mundo, adorei seu mundo de letras e fantásias.
Beijos

roda2804@hotmail.com

Paula disse...

E ainda diz que meu texto tem uma sensibilidade crua?

Jana disse...

Nada mais do que perfeito para o momento atual!

beijos

Tyler Bazz disse...

Não sei o que dizer... só que gostei.

Cin disse...

Só uma palavra: profundo!
Bjos e lindo fim de semana!

Rodrigo Leão disse...

Suspiro...
mas não sei se de satisfação pela intensa profundidade de sua reflexão ou pela intensa depressão causada pelo ardor da escolha.

Muito bom!

André Luis Sant'Ana disse...

deve ser muito bom, muito meeesmo
:\

Diogo Lyra disse...

Samantha Abreu explorando todas as potencialidades da palavra!!!!