sábado, 11 de agosto de 2007

Devoção


Ela passou anos da juventude pedindo um casamento a Deus, ao diabo ou a qualquer entidade que a escutasse. Virava Santo Antonio de cabeça pra baixo, picava e comia papéis em simpatias e sonhava acordada com sua vida de mãe de família.
Pediu tanto, tanto, que depois de dez anos casada, com três filhos e muita privação, estava convencida de que o maior e pior defeito do ser humano era pedir demais.

- Ah, se eu tivesse pedido com menos fé!


Samantha Abreu
foto: Ricardo da Costa

12 comentários:

Clóvis disse...

É na despretenção que se alcança o que há de reluzuente.
"distraídos venceremos..."



Pois bem, eu escrevi aquele poema aos 17 anos.Depois até expliquei no post como voltei a encontra-lo, você comentou antes que eu escrevesse as linhas.

Hoje os passos já não são mais tão desenfreados, aos 20 ando mais leve.


Beijo-Beijo.

Menina Lunar disse...

Ahhh, não me desanima, eu quero casar ainda!!
Huahauhaua
Legal vir aqui!!!
E maravilhoso o jeito modernista do "Arrebatamento"
Amei...
Beijo!!

*¢£@üD!NhA''' disse...

E sempre instiga as vontades, e o discorrimento realista.

(Tua foto tá linda ;)

;****

se cuida.

Lílian Rose Black disse...

saudações! é assim c. td né? a gente qr pq qr uma coisa, e às vezes ñ é disso q realmente precisamos. ou qdo temos ñ damos valor. enfim... o q a gente qr é continuar se queixando =/ bjos

Ludmila Barbosa disse...

Vixi, mas querer e pedir faz parte da natureza humana, o que também faz parte, é se arrepender. A verdade é que não sabemos o que queremos.

Daniel disse...

Também, quem mandou virar o santo de cabeça pra baixo?

Priscila disse...

Oi, Samantha!
hahahahahahaha
Muito bom!!!

Ah, tem conto novo no Intelecta! Passa lá qdo puder!

Bjs
Pri:)

Jana disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Dica anotada!

Beijos

Daniel Nérso disse...

hahahah.. demais... e bela imagem (é foto ou pintura? juro q não sei)

4rthur disse...

menos fé, moça, menos!!!

hehehehehhhe

excelente!

4rthur disse...

menos fé, moça, menos!!!

hehehehehhhe

excelente!

Diogo Lyra disse...

Se ela tivesse ouvido aquela do Gil:
"andar com fé eu vou, que a fé não costuma falhar"...