quinta-feira, 16 de agosto de 2007

IN A CUP


Bastava ter vindo,
quando eu disse:
“Vem”.
Tomei teu tempo
On the rocks.

Agora, babe,
nada mais está parado,
congelado.
Bebo a vida
cowboy,
e queimo minha boca,
bem longe da tua.


Samantha Abreu

10 comentários:

Tinne Fonseca disse...

Olá,
Muito legal seu blog!!!
Um abraço,
Tinne

*¢£@üD!NhA''' disse...

E sem precisar do pudor de um só personagem...

;**

Carol Rodrigues disse...

a simplicidade dos seus versos é algo que encanta, sabia?

Mônica Montone disse...

Estou sem fôlego para o bom gosto do seu lay...... Meodeus!!!

beijos e bom fds, flor

MM.

Jana disse...

ando bebendo a vida assim, cawboy

beijos

Chá de Chocalho disse...

SÁ VOCÊ É LINDONA E MARAVILHOSA... SEM EIRA NEM BEIRA, SÓ NO BALANÇO DA RIBANCEIRA TE VEJO DE GRAÇA, TE VEJO DE BAMBA, TE VEJO SORRINDO NA BATIDA E COMPASSO DO SAMBA...

Linda Graal disse...

PQP!! teu blog tá muito lindo...e o que é "in a cup"!?!?!?! meu deus!!

"Bebo a vida
cowboy,
e queimo minha boca,
bem longe da tua."

maravilha da estrela! ;)
huashuashuas

beijo querida

... disse...

Babe,
sabes bem que tentei ir algumas vezes.
Mas teu muro é alto demais para meus poderes de homem aranha.

Te amo mesmo assim.

Diogo Lyra disse...

Bela imagem, sobretudo a da boca queimada após o gole Cowboy...

André Luis Sant'Ana disse...

queria, queimar a minha as vezes
aqui parece que as pessoas tem medo do fogo \: