quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

A festa que é minha...

"(...) Tenho festas nas minhas dormências,
frestas por onde entram as luzes solitárias de alguém
desconhecido.
Tenho festas sem usura nos meus sonhos,
nos meus símbolos que guardo do teu corpo,
Tenho um cansaço de todas as coisas,
Menos da calma que me forço,
apenas por estar sem você,
sem a festa que realmente interessa(...)."
(Paulo Castro)

Um comentário:

Oliver Pickwick disse...

Talve o DJ nem fosse dos melhores. diante do impossível, há sabedoria na fábula A Raposa e as Uvas.
Beijos!