sábado, 1 de março de 2008

Meu Refúgio

Eu queria que todas as pessoas do mundo tivessem alma de artista, que se achassem interessante umas às outras e isso fizesse com que elas tivessem nos olhos aquela curiosidade constante pela alma alheia. Meu mundo ideal seria um lugar onde as pessoas pudessem fazer o que quisessem para estar em paz. Poderiam cantar desafinado, dançar sozinho no embalo de uma música. Copos nas mãos de todos, sorrisos em todas as bocas. Algumas mesas com mulheres em encontros semanais com as amigas, rapazes discutindo rock’n roll, e garçons velhos conhecidos.
Seria assim.
Roupas colorias em pessoas elegantes, óculos charmosos e sobrancelhas marcantes. Conversas simpáticas com desconhecidos. Existiriam dias de preto sobriedade, e outros de cores Almodovarianas. Noites de Jazz, ritmos de Blues e melancolias de Bossa Nova. Salto alto para dias de auto-estima e sapatilhas para dias de sossego. Pessoas bonitas de alma, ricas de sentimentos, vibrantes de paixões e repletas de amigos.

Esse seria meu mundo e, nele, eu revitalizaria as forças, leria meus livros preferidos, rabiscaria minhas bobagens e encontraria minha gente. Mundo de sensibilidade contagiante, de relacionamentos intensos e pensamentos expansivos.
Eu poderia nunca mais sair de dentro dele. Só faria pedidos delivery e passaria o resto da vida fazendo a coisa mais simples desse mundo e de todos os outros: vivendo.
.
eu e meus amigos, vivendo.
.
.

19 comentários:

Anônimo disse...

Eii...tá faltando eu nessa foto ai heim...rsssss
TE amo sasa

disse...

Menina, quem dera que o mundo fosse esse. Teríamos mais opções de pessoas interessantes pra conversar e seríamos mais alegres q eufóricos. Ai, ai... adorei.

PS.: O que aconteceu com as Descontroladas? Quando clico no teu perfil só aparece o Versos de Falópio e o Alta Intimidade. :S

Lais Mouriê disse...

E como diria um amigo: viver é melhor que ser feliz!

Bjos, querida

Paulo Bono disse...

eu faço a minha parte, samantha. só converso sobre bobagens.
abraço

D'angelo disse...

Cerveja parece geladaça hein!!!
:)

FINA FLOR disse...

Juuuuura?

acho um saaaaaco conviver com artistas, crê? e só faço pq não tenho saída, rs*

claaaaaaaaro que tem almas raras por aí, mas nossa, como tem gente chata que se acha, aaaaaffff

beijos, linda

MM.

Chris disse...

Lindo blog e ótimas palavras. Beijo.

Salve Jorge disse...

Um brinde ao teu refúgio
E à qualquer subterfúgio
Que a faz sorrir
Dá ares artísticos às almas alheias
Tudo aquilo que serpenteia
Nas suas idéias
Quando a noite alteia
E parece redimir
Os desinteresses fulgazes
Em encontros costumazes
Com sua arte transbordante
Há de ser espaço extasiante
Esse seu pedaço
Tal qual seu traço
Que me faz querer morrer num abraço
Bebendo nesse seu regaço..

Um belo lugar esse...

Lucas Cabaña disse...

...E o mais interessante de tudo isso, é o inicio. Numa mesa de bar (mas não em um bar qualquer, ou de acordo com o ânimo caótico e melancólico do dia, em um boteco qualquer mesmo), do qual você tenha sim, uma alta intimidade com os que estiverem ao seu redor, afinal de contas, assim como no início, o fim será na mesa do bar, provavelmente você e suas amigas cantando
"Come on baby light my fire". Um belo e estranho dia pra se ter alegria.

Beijos...

Clayton disse...

Fina fantasia poética!

Otávio Augusto Martinez disse...

Eu adoraria um mundo como este!

Polly disse...

Viver é a única coisa que faz sentido!

Beijos,

4rthur disse...

Bem bonita e lúdica essa tua imagem.

Mas se meu amigo Cascarravias passasse por aqui, talvez reproduzisse seu comentário costumeiro:

Ah, você é artista? Isso passa!

;)

Beijos!

Pan disse...

Até que enfim um mundo para as desafinadas: tô dentro!!

beijos, querida!

J disse...

Procuro fazer mosaicos de memórias da boêmia surrealisticas pelo menos 1 vez por semana. Isso conta, não conta?

beijos, garota.

Oliver Pickwick disse...

O Thomas Morus que me perdoe, mas você escreveu uma Utopia muito mais descomplicada, aconchegante e charmosa.
Beijos, e dias felizes!

Bianca Feijó disse...

Poxa, eu também quero entrar nesse mundo, e por favor, não me tirem de lá...

Beijos Sa!

disse...

Eu também quero ficar só no meu mundo e fazer pedidos delivery.

Fred Mitne disse...

acredito na realidade contendo fragmentos desse mundo ideal...
se esse mundo viesse a tona no cotidiano, seria como se uma crianca ganhasse um brinquedo novo a cada dia... infelizmente somos seres humanos acostumado com o desconcerto e nos realizamos em felicidade quando temos um pouco desse mundo... "orgasmicamente falando"... eh como um "baque" de heroina sem se preocupar com a colher quente que cai no chao... heheheheh.. acho que viajei!

foi maus!!