segunda-feira, 26 de maio de 2008

posto que é chama...

.
Vinícius diria: "que seja infinito enquanto dure."
E eu, depois do feriadão, garanto: tem, mesmo, um gosto delicioso de infinito.
.

7 comentários:

Fred Mitne disse...

as sensações alimentadas na forma correta geram sentimentos de infinito tão grandiosos quanto uma paixao adolescente... aquela que daríamos tudo pra jamais deixar de habitar nossos corações... ainda mais quando "temperamos" os mesmos com o encontro.. aquele encontro de pele, cheiro, de olhar e palavras...

Polly disse...

O gosto do infinito é mesmo atemporal...o instante se intenso, é infinito!

Beijos

Salve Jorge disse...

Então que seja trama
Fizeste a fama
Agora deite na cama
Mas cuidado
Se não derrama
MAs sempre derrama
À despeito do cuidado...

jupyhollanda disse...

eu pensei besteira...rsrsrs (pq tem a versão feminina desse poema...), então...


bjos

Grazielle disse...

UAU!
tem nem o que comentar!

E viva o infinitoo!

disse...

Eita gostinho "bão"! hehe

Lais Mouriê disse...

A-D-O-R-E-I
Ainda mais parafraseando Vinícius!!!
Bjao, linda!