quarta-feira, 4 de junho de 2008

... e vai chegando o dia...

- Não, não me incomodo de passar, sozinha, o dia dos namorados.
- Ah, tá! Duvido! Com toda aquela poesia romântica que você escreve...

Ai, como isso me irrita.
Alguém se sente deprimida por não ter filhos, no dia das mães? Ou por ser adulto, no dia das crianças?
Porra, que palhaçada é essa? E eu não posso ser solteira, no dia dos namorados?
E não posso gostar de ser 'avulsa', só porque escrevo sobre o amor?
Ah, por favor! Pára tudo que eu quero descer!

9 comentários:

Fred Mitne disse...

hehehehehe... samantinha, antes só, que mau acompanhada... já dizia o ditado!

PS: mas "vamus e venhamus"... tenho certeza que se vc "estalar" o dedos... vai fazer fila aí em Londrina.. hehehehehehehe!!!

tu é bela guria... de beleza fisica e sentimentos!

bjo!

Thiago Quintella disse...

Dia dos namorados, para mim, é dia dos solteiros e pode-se namorar de maneira efêmera!

Polly disse...

Ah, como eu te entendo e concordo com suas palavras. Mais que isto, ser solteira não é ser sozinha...e ainda tem melhor: temos, todos os dias, a liberdade para escolher uma boa companhia para passar o dia, a tarde ou a noite com a gente, não é mesmo?

beijos

camila_vicencio disse...

é por essas e outras que sou sua fã!!!!

Viva as avulsassssss!!!!! E Feliz dia dos namorados aos mesmos... "Se todo alguém que ama
Ama pra ser correspondido
Se todo alguém que eu amo
É como amar a lua inacessível
É que eu não amo ninguém
Não amo ninguém
Eu não amo ninguém, parece incrível
Não amo ninguém
E é só amor que eu respiro..."

beijos amore!!!

Salve Jorge disse...

Cuidado com o degrau...

Juliana disse...

rai ai...
é cada uma q a gente tem q ouvir!
ó, céus

Grazielle disse...

uAHAHAHAHAHA.. Alguém que me entende... Parece que vc só pode ser alma e sentimento se tiver um parzinho...
Pois eu acho que eu me escrevo melhor quando sozinha

:***

Danielle Cassiano disse...

Concordo plenamente.
Em gênero, número e grau...

www.dcassiano.zip.net

Passe quando quiser, serás muito bem-vinda.

Sunflower disse...

Não tenho vergonha de quem sou, sei o que posso e o que quero. Isso sempre me fez ser uma mulher muito mais assustadora que atrante aos olhos masculinos. Por anos a fio eu fui a eterna solteira no meu grupo de amigas, fiquei estigmatizada, nem por isso, era a mais infeliz. Tinha pena de quem só sabia estar com alguém, como se ´precisasse de muleta. Ouvi amigas reclamarem que os caras eram mandões e ela tinham que caminhar atrás deles, ou que eles eram infantis e elas tinham que puxá-los.

Eu decidi que não ia seguir, e também não ia guiar. Queria caminhar junto, eu com as minhas pernas, ele com as dele.

Sa, um dia aparace um cara mais tão macho quanto vc.