quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Xeque

O amor é um blefe tão bem dado, tão profissionalmente manipulado, que a cara que me sobra é aquela de quem não entendeu a jogada, ou desacredita na piada.
Ah, esse jogo...

7 comentários:

Rodrigo Carreiro disse...

Esse jogo é um poker sentimental, realmente... Diário!

Ninarangel disse...

Êtaa joguinho complicado ein...só sei viver blefando rsrsr

Muita paz p vc, um beijão!

Sunflower disse...

quem dá o blefe?

Rackel disse...

A cara q me sobra é a de quem nem percebeu q estava jogando...

Adriano Caroso disse...

Eu não sei jogar!

Álvaro Andrade disse...

damos voltas e voltas e voltamos ao jogo.
eu desconfio que seja um labirinto sem saída.

Polly disse...

Joguinho complicado, viu?
Mas eu não me retiro da jogada.

Beijos, estava com saudades daqui.