quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Por isso não sei o que dizer


.
Texto de Paulo Castro, e eu na Vox.

3 comentários:

anjobaldio disse...

Ôi Samantha, texto maravilhoso, e você interpretando lindamente, como sempre. Vou postar lá no anjo, tá bom?

On The Rocks disse...

é lindo ver voce recitando poemas.
adoro sua voz e sua boca é demais.

bj

Calebe disse...

Poema muito bonito. Essa coisa de fogo na garganta me lembrou uma peça que me marcou mais de meses. Tinha uma cena em que um dos autores aparecia quase surtando de tanta angústia e gritava: "tem uma ferida na minha garganta!". Muito intenso. A peça chama-se Desatino. Acho que você curtiria.

Beijos