sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Feliz Dia Novo!

foto de Margarida Delgado
.
E quem foi que disse que começar um ano é recomeçar a vida?
Não se renasce numa festa de reveillon. Resoluções só servem pra comércio de agendas.
Eu ainda uso o mesmo perfume;
ainda me irrito com gente medíocre.
Sou a mesma ciumenta que enlouquece amigos;
ainda compro livros mais do que os leio, e continuo me martirizando por não os ler;
continuo apaixonada pelo rock, pelo jazz, pelo blues e por todos que fazem história neles.
Ainda me alimento de efêmeras paixões;
e continuo dando graças por não morrer de amor.
Minha gargalhada continua a mesma. E ininterruptamente escandalosa.
Ainda brigo diariamente com alguém que tenta me fazer de boba;
e permaneço deixando na rua o que não devo levar para casa: desaforo.
Sou a mesma viciada em filmes. Ainda mais nos que já vi e gostei, revendo-os sempre.
Meu quarto continua uma bagunça, minha bolsa também;
continuo preferindo os loucos, os amantes, os famintos;
sei que vou gastar toda minha grana em coisinhas inúteis que me fazem feliz; não trocarei de carro, não comprarei um apartamento, nem farei poupança. Não serei escrava do dinheiro.
Ainda vou discutir muito com meu pai, tendo certeza que somos idênticos; e com minha mãe, tendo convicção que somos opostos.
Continuo com medo de injeção, sentindo dor na cera quente e fugindo das chatices;
sou a mesma que deseja mudar semanalmente o cabelo, pintar as unhas de vermelho e detesta batom.
Eu sempre vou preferir o quente e o frio ao morno; e as cores fortes aos tons pastéis.

A mesma, exatamente a mesma. Carregando as mesmas cicatrizes e cutucando as mesmas feridas.
Não quero que um ano seja diferente do outro: quero que os dias sejam únicos.

E quem foi que disse que começar um ano é (re)começar uma vida?


Samantha Abreu

12 comentários:

Sunflower disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sunflower disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhh

2009 UNICAMENTE do cacete pra gente!

Entendeu? Do ca-ce-te.

Que Deus (ou algum FELIZ doente terminal, também tá valendo) me dê (a nós) muito dinheiro (isso eu quero mudar) e saúde (continua) pra eu visitar outros singulares jardins! Porque é o que eu quero sempre!


Beijassss, querida!

Sérgio Luyz Rocha disse...

...dias únicos e intensos!
É isso aí, Samantha, também sigo apaixonado e torcendo pra continuar vivo...

Um dia feliz pra você!!!

Bjs!!!

PS: volto a alimentar meu blog ainda hoje e vou ficar bem feliz se você aparecer por lá...

Calebe disse...

muito bom, sinceramente!!!

dá até vontade de te desejar aqueles feliz ano novo! bem apertado e enviar por e-mail uma daquelas correntes contra o mau-olhado, só pra ver você chutando o balde!! hehahaa

Beijo

Beki Girl disse...

Adorei as observações! E também acho que não é porque está começando um novo ano que é um recomeço, aliás não dá para recomeçar dá para mudar o rumo que vai ser o final!!! O resto vai sempre ser o mesmo, o passado vai continuar lá sem podermos voltar atrás e o futuro nos esperará sem poderdermos interferir! Bom gostei do texto e temos algo em comum.. Uma delas é a vontade de mudar semanalmente a cor do cabelo! Eu não paro com uma cor! Enfim, gostei daqui, beijos

Tarcísio Buenas. disse...

tá certíssima.

recomeçar não quer dizer mudar.

bj

Clayton disse...

Ah, Samantha, como uma conversa numa mesa de bar contigo seria bacana. Pena que daqui de Sampa é um pouco difícil. Mas os textos já cumprem um papel.

Gostei mesmo desse post aí. Sensacional o "Resoluções só servem pra comércio de agendas".Eu mesmo insisto em fazê-las, e nunca as cumpro.

E, sim, dá-lhe jazz, rock, blues, filmes e mais filmes e a certeza de que a vida pode ser mais bacana quando vivida com amor e uma boa dose de maluquice.

beijos

Emerson Souza disse...

Bom,
De qualquer forma te desejo um ano fantástico, esclarecedor e que ao final dele tenha se reinventado, descoberto novas verdades e que esteja mais feliz do que começou (é o mesmo que desejo pra mim).
Bjus.

Alexsandro Oliveira Santos disse...

quem disse que começar um ano é (re)começar uma vida?
realmente, penso a mesma coisa!

Rê Ruffato disse...

Oi Sam, perfeita a coloção de dias únicos. Mas confesso que a virada do ano pra mim tem gosto de recomeço. Recomeço obviamente de coisas que desandaram no ano anterior. É aquela sensação de zerar, de pode reverter. De começar de novo. Coisa que poderíamos em qualquer dia do ano. Mas que no reveillon se intensifica. E nada como uma agenda em branco pra gente visualizar novos conteúdos nela.

Beijos, querida, em um 2009 único pra ti.

Alê Quites disse...

Ahh! O texto maravilhoso, como sempre, mas eu fiquei apaixonada pela foto. Perfeita!
Feliz Dia Novo!
Beijos

BAR DO BARDO disse...

"Resoluções só servem pra comércio de agendas." : sim, sim, forever...