sábado, 25 de fevereiro de 2012

Entre Labaredas

gloeckchen

Estar perto quando ele passa
é sentir um vento ponteiro abrindo caminhos entre labaredas.



Samantha Abreu

2 comentários:

Hélio Netho disse...

e a chama cresce...

Amarísio Araújo disse...

Samantha,

Que bom chegar aqui,trazido por um acaso,desses que são próprios de quem se expõe às correntezas,e sentir um gosto infinito na sua poesia tão plena de versos sentidos e tão ao sabor dos meus desejos afligidos.

Aqui,são muitas as labaredas de um sol que já me pede para orbitar.

Gostei desse seu canto,moça,tão cheio de sensibilidade!

Um beijo carinhoso.