quarta-feira, 10 de julho de 2013

URSA

 
Marcos Losnak é um dos meus poetas preferidos. E é um dos melhores que alguém pode conhecer.
O cara foi capaz de escrever coisas como "meu erro/ é guardar todas as dores/ dentro dos ouvidos/ enquanto os pássaros da noite/ devoram meu fígado."

Mas, muito além do que o Losnak é pra todas as pessoas, ele tem pra mim uma especial sensibilidade. Ele foi enviado em um dos meus momentos mais sofridos para me dar este presente: a URSA. Ele me deu a Ursa quando ela ainda parecia uma bolinha de veludo.
Quando olho pra essa cara linda dela e penso na origem de tanto amor e apego que sinto, é impossível não relacioná-la ao Losnak.


Tem como não ser eternamente agradecida pelo presente?


Nenhum comentário: